Grupo formado por
artistas de Pernambuco
que tocam floresta


Através do manejo agroecológico do solo, do toque humano na terra,
AcORde a florEsta planta instrumentos e cultiva sons:

A múSica que nasce na semente. A múSica como sociedade~ambiente.

Uma relação entre
biodiversidade e a diversidade da expressão artística.



2022

~ residênci@rtistica, a natureza como artista, nós humanos como colaboradores. Imersão mensal em que as/os residentes através da prática da escuta se relacionam com a terra.

~ Sistema Ecomusical, vivência ~ manejo ~ consultoria ~ implementação de sistemas agroflorestais ecomusicais ~ mapeamento da paisagem sonora ~ inclusão de espécies utilizadas na confecção de instrumentos musicais da cultura popular. 

~ participação no
Ciclo de Debates em Saúde Planetária. Organizado pelo Grupo de pesquisa - GAIA CES/UFCG. Orientado pela professora Francinalva Dantas e Larissa Medeiros.


2021

copo refloresta, produto cultural que está atrelado ao mantenimento do projeto.

~ participação na ' 
bienal en resistência,
arte como acontecimiento social.

nOssa floresta ~ questionário com intenção de entrelaçar a rede com conhecimentos florestais x musicais. 

~ Por conta da pandemia, com a necessidade de ficar guardado e vontade de estar juntes,
os encontros se estenderam para as telas, buscando direcionamento, guias e xamãs, afim de habitar da mesma floresta:

01/10/21 ~ Antônio Floresta

02/09/2021 ~ Francis Lacerda

05/08/2021Caio Menezes

29/07/2021Danny Nemu

15/07/2021Aishá Lourenço

01/07/2021 ~ Helder Vasconcelos

17/06/2021Laura Tamiana

03/06/2021 ~ Guga Santos


2020

acorde ~ 
escrita colaborativa em processo

~ o processo investigativo se inicia durante a pandemia: estudo, prática e mutirão agroecológico do manejo da vida, no Sítio Tamorumu e no  Agrofloresta do Sítio

Mark